Veloce.Net
Português
English
Español
Press releases

Veloce Logística investe R$ 15 mi e espera faturar R$ 185 mi em 2011

Transporta Brasil

Empresa quer ampliar leque de atuação e presença no mercado Brasileiro e no Mercosul

A Veloce Logística comemora o segundo aniversário com investimento de R$ 15 milhões para diversificar sua área de atuação no setor no Brasil e no Mercosul, entre outros objetivos. Somente em seu primeiro ano de atividades, a empresa cresceu 14% a mais do que o projetado.

No primeiro semestre de 2011, a Veloce comprou 100 novas carretas tipo sider, com 15,45 metros de comprimento. Tal aquisição elevou o sua frota para 475 carretas. Cerca de R$ 1 milhão foram investidos na compra de 15 novas empilhadeiras, de 2,5 toneladas, para aumentar a eficiência operacional no Centro de Cargas de Diadema, onde é feito o cross docking do produtos coletados no sistema de Milk Run e a consolidação de cargas destinados à Argentina.

Outros investimentos foram destinados à abertura de mais três unidades operacionais, totalizando 17 no Brasil e Argentina, aquisição de softwares para melhoria dos sistemas de controle operacional e administrativo, equipamentos para melhoria operacional (como coletores de dados), implantação de Sistema de Gestão da Sustentabilidade e de Sistema de Gerenciamento de Riscos, equipamentos para reuso de água na oficina de Diadema e programa de incentivo aos fornecedores de transporte (Prêmio Destaq Veloce).

Na segunda metade do ano, a empresa investirá mais R$ 3 milhões na melhoria dos serviços prestados. Entre as áreas que receberão aporta estão o redesenho de processos e elaboração de novos índices de performance operacional e de produtividade;  reestudo das cadeias de abastecimento e das redes de fornecimento de seus clientes como forma de diminuição de eventuais ociosidades; desenvolvimento de sistemas que aumentem a visibilidade e a rastreabilidade em tempo real das operações (via telemetria, comunicação e integração de sistemas); manutenção do programa de treinamento;  e implantação de novo sistema de comunicação interna.

Como resultado de todo esse investimento, a empresa espera aumentar o faturamento de R$ 160 milhões, contabilizados em 2010, para R$ 185 milhões neste ano.