Veloce.Net
Português
English
Español
Press releases

Veloce reduz em 19% suas emissões de gás carbônico

ABTI/ ONLINE

A Veloce Logística implantou um Sistema de Gestão de Sustentabilidade (SGS) que reduziu em 19% suas emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE), mesmo com o aumento de quase 33% no volume transportado entre 2011 e 2012.

O volume de Gases de Efeito Estufa emitido pela Veloce foi apurado e registrado no Programa Brasileiro GHG Protocol. Essa é a metodologia mais utilizada internacionalmente para medir emissões de GEE. No Brasil, um grupo de 93 empresas faz parte do programa, sendo apenas três de logística.

Entre ações que reduziram as emissões da Veloce estão: (i) implantação de novo sistema de roteirização de viagens, diminuindo significativamente as distâncias percorridas e com menos consumo de combustível; (ii) aquisição de novas carretas e programa de ampliação do tamanho de parte das carretas existentes, de 14,6 metros de comprimento para 15,4 metros, aumentando o volume transportado por quilômetro rodado; (iii) redução da idade média da frota de caminhões: operações nacionais, de 11,3 anos em 2010 para 8,3 anos em 2012 e de 3,8 anos para 3,2 anos no transporte internacional, entre 2010 e 2012.

Outras iniciativas foram: workshops e treinamentos de conscientização junto às transportadoras terceirizadas e motoristas agregados para adotarem medidas de redução de poluentes, como condução econômica, manutenção e renovação da frota; criação do Clube de Oportunidades, que promove compras coletivas de caminhões novos e implementos rodoviários; premiação dos melhores fornecedores da empresa, tendo a sustentabilidade como um dos critérios (Prêmio Destaq Veloce); instalação de posto de combustível, oferecendo diesel com menos poluente, 3% mais econômico e com preços diferenciados; coleta de água de chuva e reutilização (após tratamento) na lavagem de carretas – o que reduziu em 77% o consumo de água tratada (em média, de 600 litros para 140 litros para cada carreta).

A Veloce ainda investiu no reaproveitamento de embalagens, utilização de materiais recicláveis, coleta seletiva e apropriada destinação de resíduos, e em adequações de processos para obter as certificações de qualidade e ambiental ISO 9001 e ISO 14001.