Celular e direção não combinam

Celular e direção não combinam.

Quando o assunto é direção, segurança deve vir sempre em primeiro lugar. Tanto motoristas quanto pedestres precisam estar cientes de que o trânsito exige uma ação colaborativa de todos aqueles que o formam.

Ao desempenhar certos tipos de atividades que necessitam de nossa total atenção, é fundamental evitar qualquer atitude que desvie nosso foco. E isso torna o celular um grande inimigo do motorista consciente.

É importantíssimo investir na conscientização de todo motorista, pois não é apenas a sua própria vida que está em jogo.

Você sabia que mais de 50% dos acidentes de trânsito são causados pelo uso indevido do celular?

Checar o WhatsApp, mandar um SMS, atender uma ligação ou atualizar o status das redes sociais pode parecer inofensivo, mas além de multa e perda de pontos na carteira, os motoristas ainda podem se envolver em acidentes fatais e prejudicar também a vida de terceiros.

O uso do aparelho celular tira o foco da atenção dos motoristas e compromete a capacidade perceptiva das pessoas aumentando as chances de colisão.

Para se ter uma ideia, usar celular enquanto dirige é tão ruim quanto guiar sob efeito de drogas e álcool.

Embora a internet e todos os aplicativos que o aparelho móvel esteja dominando o nosso cotidiano, é necessário esquecer a tecnologia em alguns momentos, especialmente no trânsito, pois o condutor precisa estar atento não só à forma como está dirigindo, mas também a forma como os outros motoristas e pedestres estão se comportando. Caso contrário, uma simples ligação ou envio de SMS pode custar caro, já que, de acordo com algumas pesquisas as chances de acidentes podem aumentar em 400%.

 Veja aqui, alguns motivos para você ter mais atenção no trânsito:

  • O condutor que dirige falando ao celular, mesmo de fone ou no viva–voz é multado, além de ter pontos somados à sua Carteira Nacional de Habilitação – CNH;
  • Uma das maiores causas de acidentes envolvendo o uso de celular ocorre quando o motorista está digitando algo. Pode ser uma conversa por escrito ou mesmo acessando sites e redes sociais. O envio de mensagens pelo smartphone é capaz de retardar a reação do condutor em 35%. Para você ter uma ideia, esse percentual é muito acima da demora provocada pelo álcool, que é de 12%, segundo pesquisas;
  • Quando dirige ao celular, você perde a visão 360º que deve ter com a ajuda dos retrovisores e prejudica a sua atenção no trânsito. Isso acontece porque, ao usar o celular, o condutor fica com uma visão denominada tubular, isto é, só consegue visualizar o que está à sua frente;
  • Outra consequência de dirigir usando o celular é não enxergar com antecedência os buracos que estão na pista, as placas e outros imprevistos que surgem na via. Normalmente um condutor demora cerca der 2,5 segundos para começar a frear diante de um imprevisto na rodovia, quando veículo está a velocidade entre 80 a 100km/h. Se o motorista está na cidade, o tempo de reação é menor: 0,75 segundos. Em contrapartida, para digitar dois algarismos no celular, o motorista demora 2 segundos. Assim, geralmente, quando percebem o imprevisto, não mais tempo de frear.

O uso do aparelho celular enquanto dirige é proibido pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Não chega a ser considerado crime de trânsito, contudo, é infração gravíssima, com multa no valor de R$ 293,47 e aplicação de 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Vale lembrar que:

  • É permitido o uso de aplicativos de GPS ou similares, desde que o aparelho esteja obrigatoriamente fixado em um suporte localizado no para-brisa ou no painel do veículo. Qualquer outra situação, mesmo para o uso de aplicativos de localização, pode comprometer a atenção do motorista e, consequentemente, será passível de multa.

Mesmo com o veículo parado no semáforo, o motorista que utilizar o celular estará cometendo uma infração. Portanto, crie hábitos que garantam a segurança daqueles que estão no seu carro e também ao seu redor. Lembre-se de que, ao usar o celular no trânsito, o motorista está colocando em risco a própria vida.

Nomofobia

Se você tem nomofobia (medo de ficar sem o celular por algum motivo), é recomendado que desligue o aparelho ou deixe-o no bolso enquanto dirige.

Colocá-lo no banco de trás também pode ser uma boa ideia para não cair na tentação de dar uma espiadinha a cada notificação que receber.

Pense nisso e dirija com cuidado!

Motorista novato ou experiente, vale se atentar a essas dicas para não entrar em enrascadas por causa de uma mensagem ou ligação que poderia ter sido atendida mais tarde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima